Etiqueta

14/09/2010

Um padrinho disse que nos daria a fotografia de presente. Ele escolheu o fotógrafo e nos comunicou. Entretanto, gostaríamos de contratar outro profissional (mais caro e com trabalho diferenciado). E agora? Falamos da nossa escolha ou ficamos com o fotógrafo que ele escolheu?

Essa situação acontece a todo o momento com diversos casais. Quando não é um padrinho, é uma prima, um amigo do noivo ou até mesmo um tio. É claro que a pessoa que se oferece para presentear o casal com o trabalho de foto busca agradar os noivos e faz o melhor que pode. Entretanto, fotografia é um dos itens mais delicados do casamento e, deve ser analisado com todo cuidado, pois há profissionais que fazem muito bem o “basicão”, enquanto outros vão além e registram imagens que emocionam. Se o tipo de trabalho que vocês buscam é a segunda opção, é muito importante que conheçam o fotógrafo e expliquem que tipo de registro vocês procuram. A empatia com o profissional é primordial. É claro que um trabalho diferenciado envolve um investimento mais alto.

Neste momento o que eu costumo dizer aos casais é conversar com o padrinho e expor que fotografia é um item muito importante, por isso vocês gostariam de escolher pessoalmente. Vocês podem informar que já têm um fotógrafo em mente e que sabem que fotografia tem um valor alto (pois vocês já se informaram sobre isso). Em seguida, sugiram que o padrinho dê algum item da lista de casamento. Se ele estiver mesmo disposto a arcar com o investimento ele dirá e pagará o profissional indicado por vocês. Caso contrário, aceitará a sugestão de comprar um presente indicado na lista. Agindo assim, vocês sairão da famosa “saia justa” e não correrão o risco de ter fotos feitas por um profissional que não escolheram.

OBS: Pode ser que ele peça para vocês visitarem o fotógrafo que ele deseja contratar. Se isto acontecer, não hesitem em visitar a empresa e depois informá-lo do parecer do casal. A verdade dita com delicadeza é sempre a melhor opção.

Solicite um orçamento de assessoria completa ou do dia aqui.

Joyce Maciel

Joyce Maciel: Relações Públicas, formada pela Cásper Líbero, com carreira desenvolvida nas áreas de marketing e eventos. É apaixonada por festas de todos os tipos e tamanhos e se não fosse produtora de eventos certamente seria analista de boas ideias.
Siga-a no twiter - @diadocasamento

Tags: etiqueta

Compartilhe:



POSTS RELACIONADOS:

Comentários

Olá, Minha filha pretende se casar em Paris e a festa será restrita a mais ou menos 20 convidados. Mesmo sabendo que muitos dos convidados não comparecerão, podemos enviar o convite para todos nossos amigos? Como o casamento é em Paris, ficaria deselegante enviarmos junto com o convite uma nota sobre o número da conta bancária dos noivos para os convidados que querem presentear? Obrigada Regina
Postado às 22/2/2012 11:41:20 por maria regina muniz

Oi Maria, boa tarde! Se você estender o convite para mais pessoas deverá se programar para recebê-los. Muitas vezes pensamos que determinada pessoa não irá e ela acaba comparecendo ao casamento. Enviar o número da conta bancária não é bem visto aqui no Brasil. O ideal seria criar cotas, mesmo que seja simbólica sobre possíveis presentes. Ex. Jantar romântico - 120,00/ Passeio de barco R$X,00 Att. Joyce
Postado às 2/3/2012 11:07:51 por Joyce

Olá, vou casar em 25 de outubro deste, e aluguei um vestido muito lindo em renda, com mangas em renda, será que este tipo de vestido não é indicado p/ este mês, mas por ser ainda primavera e o vestido ser todo vasado achei q não é um vestido q esquenta! Obrigada!
Postado às 16/8/2012 11:06:48 por Simone

Faça seu comentário!

Por favor, preencha os campos abaixo: